Notícias

Tocantins anuncia ações de prevenção e combate às queimadas

05/07/2017 - Geórgia Milhomem/Governo do Tocantins

O Governo do Tocantins divulga, nesta quinta-feira, 6, as principais ações desenvolvidas pelos órgãos estaduais que atuam diretamente na prevenção, combate e fiscalização contra os focos de incêndios, além da Plataforma de Compartilhamento de Informações (PCI) que é uma ferramenta de tecnologia que usa imagens de satélites atualizadas e que servirão de auxílio no monitoramento do enfrentamento em relação ao fogo. O anúncio ocorre às 9 horas, na Sala de Reuniões, no Palácio Araguaia, e integra a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), a Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros, Exército, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), além de outros órgãos.

Com o objetivo de reforçar as operações em campo, a Semarh investiu cerca de R$ 500 mil, em convênio com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), na PCI, uma ferramenta que já está funcionando e que a atualização é feita por meio de análise de imagens resultantes do mapeamento via satélite de todo o território do Tocantins. “Com essas imagens poderemos monitorar de forma efetiva e robusta não só as queimadas como o desmatamento no nosso Estado. Com esse instrumento teremos condições de atuar mais na fiscalização destes crimes ambientais, pois a maioria é ação do homem”, explicou a secretária da Semarh, Meire Carreira.

Além disso, outro investimento anunciado também será na ordem de aproximadamente R$ 500 mil, já licitados, para o aparelhamento do Centro de Monitoramento Ambiental e Manejo do Fogo (Cemaf), localizado em Gurupi. Os recursos serão para a aquisição de equipamentos de Tecnologia da Informação e de instrumentos para a implantação do laboratório; um veículo; e um drone para vistoriar as queimadas e incêndios florestais.

Meire Carreira destacou que a contratação de 70 brigadistas será informada oficialmente. “O processo está pronto e vamos, até o final do mês, realizar a contratação e capacitação para que estes profissionais atuem nos municípios prioritários e que possuem os maiores índices de queimadas”, disse Meire Carreira. Ao todo serão investidos cerca de R$ 2,5 milhões, oriundos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos.

A Defesa Civil, segundo o secretário executivo do órgão, Major Diogénes Madeira de Oliveira, destacou a capacitação de brigadistas civis em 80 municípios tocantinenses. “Essas brigadas serão para reforçar o combate às queimadas, quando for necessário, em todas as regiões do Estado”, explicou o Major. As visitas em propriedades rurais, de acordo com o secretário executivo, estão sendo realizadas e no período de estiagem serão intensificadas. “O objetivo é realizar notificações preventivas, visando sensibilizar sobre o uso inadequado do fogo”, falou. O secretário destacou que a importância da integração entre os órgãos; Bombeiros, Defesa Civil, Semarh e Exército tem sido fundamental para a execução das ações de combate e prevenção a incêndios florestais e queimadas.

Para o fortalecimento das quatro Unidades de conservação (UC) administradas pelo Naturatins, o órgão vai investir na contratação de 60 brigadistas, sendo 15 para cada Parque, com investimento mensal, até outubro deste ano, de R$ 433.200. “Dentre outras medidas adotadas, no início da semana antecipamos a Portaria que suspende a validade e a emissão de autorização de queima controlada. A suspensão vale até o dia 31 de outubro”, destacou o vice-presidente do Naturatins, Edson Cabral.

Ao final, será apresentada oficialmente a campanha institucional que será utilizada para informar sobre o uso de tecnologia no combate e prevenção às queimadas. Outra medida será a assinatura do Decreto de Emergência por motivo de risco de desastre ambiental, por consequência das queimadas, o documento será publicado no Diário Oficial.

Compartilhe esta notícia