Notícias

Defesa Civil Estadual capacita brigadistas em municípios

10/10/2018 - Nara Moura/Governo do Tocantins

Dando continuidade às ações do Comitê de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Comitê do Fogo), a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (Cedec-TO) capacitará, de 25 de julho a 15 de agosto, 283 brigadistas em 22 municípios tocantinenses. A capacitação está vinculada ao compromisso firmado pelas prefeituras de realizar a contratação dos profissionais, logo após o término do curso.

“A contribuição dos municípios na prevenção e, principalmente, no combate aos incêndios é de suma importância, já que são eles que dão a primeira resposta quando o assunto são as queimadas e podem nos ajudar a diminuir o número de focos de incêndio no Tocantins”, enfatizou o presidente do Comitê do Fogo e superintendente da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (Cedec-TO), tenente-coronel Geraldo da Conceição Primo.

Municípios

A capacitação será realizada em cidades-polo e contemplará os seguintes municípios: Lajeado, Ponte Alta do Tocantins, Lizarda, São Félix do Tocantins, Caseara, Tupirama, Maurilândia, Tocantinópolis, Bandeirantes, Augustinópolis, Buriti do Tocantins, Sampaio, São Sebastião do Tocantins, Ananás, Luzinópolis, Riachinho, Lagoa da Confusão, Santa Rosa do Tocantins, Alvorada, Araguaçu, Jaú do Tocantins, e Talismã.

Curso

Durante a capacitação, os brigadistas terão aulas teóricas e práticas sobre a prevenção e combate a incêndios e também primeiros socorros.

Brigadistas

Somando os profissionais que receberão a capacitação nos 22 municípios, as prefeituras de Araguaína (7), Gurupi (9) e Paraíso (8) e Colinas (7) e Palmas (16) também já possuem esses profissionais, devidamente capacitados para atuar na prevenção e combate a incêndios.  

Somente o governo do Estado vai contratar 50 desses profissionais em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e a Secretaria de Cidadania e Justiça (Seciju) para combater queimadas e incêndios florestais no Tocantins. Além disso, o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) também disponibilizará 60 brigadistas para atuar nos Parques do Estado.

Outros 200 brigadistas do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO) vinculado ao Ministério do Meio Ambiente e integrante do Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama) também atuarão no combate queimadas e incêndios florestais nas diversas regiões tocantinenses.  

Focos de Calor

De com a Cedec-TO, somente em 2018, já foram registrados, no Tocantins, 2683 focos de calor deixando o Estado em como segundo colocado no raking nacional, perdendo apenas para o Estado do Mato Grosso. Lagoa da Confusão é o município com o maior número: são 314 focos contabilizados. Mesmo com esse número, houve uma redução de 32,3% no número de focos de queimadas em relação ao mesmo período, em 2017, quando o foram registrados 4226 focos.

Segundo relatório da Central de Monitoramento da coordenadoria, a previsão de risco de fogo no Tocantins, nesta sexta-feira, 27, é crítica. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

ICMS Ecológico

O ICMS Ecológico é um recurso financeiro repassado aos municípios, que todo ano tem prazo, para entrega da documentação comprobatória que assegura a participação no benefício, que tem o objetivo de proporcionar maior autonomia aos gestores públicos municipais, na execução de ações estruturantes de apoio à implantação do órgão executivo municipal, do conselho e do fundo de meio ambiente, além de permitir também o investimento em ações de educação ambiental, de controle e combate às queimadas, de apoio a unidades de conservação e terras indígenas, de saneamento básico e de conservação do solo.