Notícias

Defesa Civil auxilia retirada de indígenas em Lagoa da Confusão

14/03/2018 - Nara Moura - Governo do Tocantins

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Tocantins (Cedec/TO) enviou uma equipe, na manhã desta terça-feira, 13, para o município de Lagoa da Confusão, com a finalidade de auxiliar a Fundação Nacional do Índio (Funai) na remoção provisória dos indígenas da Aldeia Takaywrá, atingidos pelo transbordamento do Rio Formoso. Após reunião da prefeitura com vários órgãos, ficou decidida a retirada dos cerca de 50 moradores a partir das 6 horas desta quinta-feira, 15.

“Não serão todos os indígenas que serão retirados, alguns deverão ficar porque eles possuem criações e plantações, no local, e não podem abandonar. Nossa preocupação, neste momento, são com mulheres e crianças”, disse o atual superintendente da Cedec-TO, major Diógenes Madeira de Oliveira, explicando que a Defesa Civil Estadual forneceu 10 barracas de abrigo temporário para serem montadas em espaço cedido pela prefeitura do município.  

Os indígenas serão retirados por meio de veículos do 22º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro que também  vai disponibilizar água potável e banheiros para os atingidos.

A Funai em parceria com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) auxiliará com a ajuda humanitário fornecendo alimentação e itens de necessidade.

“A ação é provisória e aguardamos que o período chuvoso passe para que seja tomada uma decisão definitiva em relação à área atingida. O Ministério Público Federal já está estudando as possibilidades de resolver ou amenizar o problema e a Defesa Civil, como parte integrante da segurança global da população, apóia esse trabalho”, disse major Diógenes.