Notícias

Comitê do Fogo realiza primeira reunião de 2019 sobre prevenção e combate a incêndios no Tocantins

02/05/2019 - Thaís Ramalho/Governo do Tocantins

Membros do Comitê Estadual de Combate a Incêndios Florestais e Controle de Queimadas no Tocantins (Comitê do Fogo) reuniram-se na terça-feira, 30, na sede da Defesa Civil, em Palmas, para discutirem o planejamento de ações de prevenção e combate a queimadas. Neste ano, a equipe focará em trabalhos conjuntos de conscientização, prevenção e fiscalização.

Entre as metas elencadas para 2019 estão: executar campanhas publicitárias e ações educativas de prevenção aos incêndios florestais e controle de queimadas, formar e capacitar brigadistas em todo o Estado, ampliar ações de implementação de protocolos municipais de uso do fogo e realizar limpezas de áreas prioritárias.

Outra grande aposta do comitê é a realização do Dia “D” de Prevenção aos Incêndios Florestais, previsto para o mês de junho. Conforme o presidente do Comitê do Fogo e superintendente da Defesa Civil, tenente-coronel Geraldo da Conceição Primo, o intuito é que as atividades sejam realizadas nos 11 municípios que obtiveram maiores registros de focos de queimadas. “Nossa intenção é sensibilizar os produtores rurais sobre as implicações do uso inadequado do fogo. Visitaremos as propriedades rurais e faremos, com o nosso público-alvo, ações de educação e conscientização”, afirmou.

Segundo Geraldo Primo, trabalhos ostensivos, por meio de fiscalizações, também serão realizados nos municípios. “Assim, reduziremos os índices de incêndios criminosos em todo o Estado, principalmente em Palmas”, disse.

Os próximos passos do Comitê do Fogo serão: fechar o plano de ações para este ano, definir o cronograma de atividades para o Dia “D” e firmar parcerias para a cooperação e capacitação das brigadas no Estado.

Comitê do Fogo

O Comitê do Fogo foi instituído pelo Decreto nº. 645 de 20 de agosto de 1998, no sentido de aperfeiçoar as ações de controle e prevenção das queimadas no Estado do Tocantins, adotando estratégias preconizadas pelo Programa de Prevenção e Controle de Queimadas e Incêndios Florestais na Amazônia Legal (Proarco).