Notícias

Defesa Civil Estadual e parceiros reúnem 50 agentes em combate ao fogo na Serra do Lajeado, em Palmas

26/08/2019 - Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins

Cerca de 50 agentes atuam desde o início do final de semana, no combate ao incêndio florestal na Serra do Lajeado, em Palmas. As ações começaram com 22 pessoas no sábado, 24, e ganharam reforço na manhã do domingo, com mais 30 agentes. Após conter os focos no vale, região do Cristo Redentor, uma nova queimada surgiu atingindo as margens da rodovia de acesso a Taquaruçu, onde brigadistas já atuam.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil Estadual, Companhia Independente de Operações Aéreas (Ciopaer) e Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) amanheceram o sábado debelando as chamas no vale, por terra e pelo. No final do dia, tudo estava sob controle e o fogo praticamente combatido.

Contudo, na manhã do domingo, com influência dos fortes ventos, os focos ganharam reignição e proporção, avançando para outras áreas. “Mas ganhamos o reforço da equipe do PrevFogo/Ibama com 30 brigadistas e praticamente concluímos o combate no vale, final do dia [domingo]”, explicou o tenente-coronel Geraldo da Conceição Primo, coordenador-adjunto da Defesa Civil Estadual.

Novo foco

Ainda no final do domingo, porém, na margem da rodovia que dá acesso a Taquaruçu, um novo foco surgiu. A Defesa Civil Estadual sobrevoou o local na manhã desta segunda-feira, para avaliar a situação e encaminhou equipes de combate para o local.

Características

Na sexta-feira, 23, o governador Mauro Carlesse, encaminhou ofício ao presidente Jair Bolsonaro, em que solicita o emprego das Forças Armadas para levantamento e combate dos focos de incêndios florestais, bem como ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais no Tocantins.   

O comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar, e também coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Reginaldo Leandro da Silva, argumentou que as características do cerrado tocantinense colaboram para as queimadas neste período, mas afirmou também que os órgãos ambientais e de segurança pública do estado estão de prontidão, e será mais eficiente ainda com o reforço das Forças Armadas, bem como o emprego de aeronaves e logística, como auxilio no combate aos incêndios florestais.

"A iniciativa do presidente Jair Bolsonaro é acertada no apoio aos estados, e o Tocantins não pode ficar de fora, pois é uma área que anualmente queima muito. Aqui a vegetação seca demais e a partir do decreto presidencial, em consonância com o pedido do governador Mauro Carlesse, poderemos ter o apoio das Forças Armadas no combate aos incêndios florestais na região", afirmou o coronel Leandro.

O comandante acompanhou o combate ao incêndio na Serra do lajeado desde o início, após avistar os dois focos na Serra do Lajeado enquanto sobrevoava a região. De imediato, o coronel uniu as instituições na força-tarefa que continuam o combate intensivo as queimadas pelo Estado.