Notícias

Fiscalização integrada e combate aos incêndios florestais chegam a Talismã

03/10/2020 - Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins

Está na Região Sul do Tocantins um dos maiores focos de calor registrados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), entre os meses de agosto e setembro. Por conta disso, órgãos de fiscalização e combate realizam até domingo, 04, mais uma Operação Integrada de Fiscalização Contra os Incêndios Florestais. O início foi nesta sexta-feira, 02, em Talismã.

Ao todo, nove municípios encabeçam a lista dos que mais queimaram entre os dias 01 de agosto e 01 de outubro, segundo levantamento feito pela Defesa Civil Estadual, que articula e executa a Operação Integrada de Fiscalização, por meio do Comitê do Fogo, com apoio do Corpo de Bombeiros Militar, Exército Brasileiro, Ministério Público Estadual, Naturatins, Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), e as brigadas municipais de Talismã e Alvorada.

O trabalho vai durar todo o final de semana, tempo em que as equipes vão percorrer quatro rotas estabelecidas pelos órgãos, tendo como ponto de partida Talismã, seguindo para Alvora e as demais. Na lista do INPE, aparecem ainda Formoso do Araguaia, Paranã, Jaú do Tocantins, São Salvador e Palmeirópolis. Esses nove municípios somam 619 focos. No estado todo são 5.839.

Ao avaliar os resultados das três operações já realizadas, o tenente-coronel Erisvaldo Alves, coordenador-adjunto da Defesa Civil Estadual, afirmou que os números são positivos e lamentou o fato de ter que ocorrer esse tipo de força-tarefa para que muitos cidadãos parem com as infrações contra o meio ambiente.

“Infelizmente nem todos têm uma consciência coletiva do mal que o fogo causa ao meio ambiente. Algumas propriedades precisam de fiscalização ostensiva para inibir que seus responsáveis iniciem alguma queimada ou algum tipo de ação destrutiva com o uso do fogo”, disse Alves.

Todas as equipes seguem por terra com as viaturas, sendo apoiadas pelo ar com o helicóptero. De posse dos mapas disponibilizados pelas brigadas municipais e Defesa Civil Estadual, cada uma vai também às propriedades onde houve registros de queimadas nos últimos dias.

Outras operações nos mesmos moldes devem ocorrer nos próximos dias, em outras regiões do estado, visto que todo tipo de queimada está proibido por força de Portaria do Naturatins, e assim segue até ao dia 13 de novembro.