Notícias

Queimadas: Operação Integrada de Fiscalização estende ações até Dianópolis-TO

08/10/2020 - Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins

Os municípios de Paranã e Dianópolis, no Sudeste do Tocantins, entraram na mira da Operação Integrada de Fiscalização Contra os Incêndios Florestais, que a partir desta sexta-feira, 09, passa a fazer parte do mapa estabelecido pela Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros Militar, Naturatins, Exército Brasileiro, Batalhão de Polícia Militar Ambiental, Ministério Público Estadual e Brigadas Municipais.

Desde o final da semana passada, a Região sul do estado, a partir de Talismã, recebia as equipes por terra, com apoio de helicóptero. A nova estratégia visa conter o avanço dos incêndios florestais, passando por Paranã, que aumentou a preocupação após apresentar aumento dos focos.

Em 2020, o município já teve 271 focos registrados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Em setembro, segundo o órgão, foram 135 registros. Entre os dias 01 e 05 de outubro, um total 79 focos de calor foram confirmados. Os números são menores que o ano anterior, mas ainda demandam atenção por parte das instituições.
As ações de combate contam com a participação de homens do Exército, Corpo de Bombeiros Militar e Brigada Municipal de Paranã.

O Tenente-Coronel Erisvaldo Alves, Coordenador-Adjunto da Defesa Civil Estadual, relata que nos planos estão contidas estratégias de atuação antecedendo as chuvas no Tocantins.

"Nossa meta é cobrir a maior área possível, marcar presença com viaturas e com o helicóptero do EB para conter as queimadas”, afirmou Alves. Em Dianópolis, as autoridades farão sobrevoou pela região e vão se reunir com a Promotoria de Justiça local.